06.04.2016

Anuário Braztoa 2016 revela faturamento de 11,01 bilhões entre as operadoras de turismo, em 2015

Mercado doméstico contabilizou crescimento de quase 7% no faturamento

A Braztoa (Associação Brasileira das Operadoras de Turismo) lança o Anuário Braztoa 2016, quinta edição da publicação, que traz dados inéditos sobre o mercado turístico brasileiro e mostra que as operadoras de turismo associadas à entidade – que representam estimados 90% dos pacotes turísticos comercializados no país –faturaram R$ 11,01 bilhões.

As operadoras Braztoa embarcaram 5 milhões de passageiros durante todo o ano. A alta do dólar, que começou em 2014, criou condições para o fortalecimento do turismo doméstico que foi preferido por 60,17% da demanda por viagens realizadas através das operadoras associadas à Braztoa. Esse segmento faturou R$ 6,43 bilhões, o que significa um crescimento de 6,41% em relação ao ano anterior. Enquanto isso, o emissivo internacional recebeu 39,82% da demanda e faturou R$ 4,23 bilhões em 2015, número 22% menor que em 2014. Este fator foi determinante para que, apesar do bom desempenho do nacional, o número total de embarques ficasse 15% menor que em 2014.

O Anuário também mediu o detalhamento das vendas por região. No Brasil, o Nordeste se destaca com mais de 67,5% do faturamento das viagens domésticas, seguida pelo Sudeste com 14,3%, Sul com 13,4% e Norte e Centro-Oeste que, juntas, representam 4,8% do faturamento do setor.

Em sua atividade de fomento ao turismo doméstico, as operadoras realizaram o embarque de pouco menos que 4 milhões de turistas dentro do Brasil (incluindo o receptivo internacional). Esses turistas consumiram produtos e serviços não inclusos nos pacotes como alimentação, transporte, passeios extras, visitas a parques, bares, presentes e artesanato, dentre outros, ajudando na geração de trabalho e renda nos destinos. Podemos estimar o impacto financeiro gerado pelas operadoras nos destinos considerando o gasto médio diários com extras do turista no destino, multiplicando pelo número médio de dias em viagem e pelo número de embarques domésticos realizados no ano. Para o ano de 2015 chegou-se ao valor de R$ 3,62 bilhões para este indicador, representando leve queda em comparação com o ano anterior. Ao somarmos o valor dos pacotes comercializados pelas operadoras, com o valor dos extras anteriormente citados, entendemos que os embarques domésticos da Braztoa geraram cerca de R$ 10 bilhões de reais para a economia nacional.

As operadoras Braztoa enviaram 1,14 milhões de passageiros para destinos internacionais em 2015, principalmente, à América do Norte (27,3%), América do Sul (24,49%) e Europa (23,39%). Os mercados da América Central e Caribe, juntamente com o da Ásia, África e Oceania representaram 24,4% da demanda.

Os agentes de viagem lideraram entre os canais de vendas, representando 47% das viagens comercializadas, seguidos pelas lojas próprias ou franquias (46%), e a Internet com 6% do total vendido. O prazo de pagamento à vista atendeu a 26% dos clientes, de onde se conclui que 74% das compras efetivadas foram financiadas. Os prazos de pagamento variaram de 1 a 4 parcelas, em 14% dos casos, e em 5 ou mais parcelas, em 60% dos casos.

Os valores médios dos pacotes praticados em 2015 para os mercados doméstico e emissivo internacional foram, respectivamente, R$ 1.628,00 (aumento do ticket médio de 11,5%) e R$ 3.715,00 (29% de aumento no ticket médio). Esses dados mostram que houve maior procura por viagens elaboradas com maior valor agregado, principal papel das operadoras e agências de viagens.

“O ano de 2015 foi intenso, com muitos desafios e oportunidades no Brasil. De um lado, variação cambial, crise política e econômica. Do outro, milhões de turistas que reconhecem o valor das viagens e seguem utilizando a consultoria das agências de turismo para criar as melhores experiências para suas viagens”, explica Magda Nassar, Presidente da Braztoa. “Sabemos que 2016 seguirá exigindo criatividade, investimento e trabalho incansável de todos nós. Estamos preparados para isso, com equipes qualificadas para atender um consumidor cada vez mais exigente e antenado, que sabe o quanto a viagem é um detalhe que faz toda a diferença na sua visão de mundo, no seu currículo e na sua qualidade de vida”, completou a executiva.

Disponível no site da Braztoa (www.braztoa.com.br) e também em aplicativo para Apple Store e Android, o Anuário traz outros dados do mercado, entre eles o impacto das operadoras nas diárias geradas em cruzeiros e hotéis, principais desafios e tendências do setor, artigos analisados e comentados pelo Sócio da GO Associados e Professor de Economia da FGV, Gesner Oliveira, e assinado pelo Diretor Executivo da OMT, Márcio Favilla.

O Anuário Braztoa 2016 conta com patrocínio da Editora Europa / Revista Viaje Mais. “A Editora Europa, por meio da Revista Viaje Mais, está muito satisfeita e honrada em participar do Anuário Braztoa. Credibilidade, seriedade e vanguarda, são valores presentes neste projeto da Braztoa, que estão alinhados com os valores que buscamos empregar em todas as nossas ações” – Mauricio Dias – Diretor de Publicidade da Revista Viaje Mais/Editora Europa.

Sobre a Braztoa
A Braztoa (Associação Brasileira das Operadoras de Turismo) reúne 88 associados, entre operadoras de turismo e empresas de representação de produtos e destinos nacionais e internacionais, além de convidados, responsáveis por estimados 90% dos pacotes turísticos comercializados no Brasil. Entidade sem fins lucrativos, a Braztoa promove ações e parcerias que valorizam as atividades empresariais dos associados, apoiando o desenvolvimento do mercado turístico de forma sustentável.

Informações à imprensa
Agência Guanabara
Diego Sierra – diego@agenciaguanabara.com.br
Tais Santos – tais@agenciaguanabara.com.br
11. 3062-6399