18.08.2014

Parceria ETOA, BRAZTOA e ETC leva operadores brasileiros a Londres

Numa tentativa de estimular ainda mais o turismo brasileiro na Europa, a ETOA – Associação Europeia de Turismo – anunciou uma parceria estratégica com a Associação Brasileira de Operadoras de Turismo (BRAZTOA) e com a Comissão Europeia de Viagens (ETC).

Como parte da parceria, os associados BRAZTOA poderão participar do workshop B2B da ETOA, o Mercado Global Europeu (GEM), antes disponível apenas para associados da ETOA. A ser realizado sexta-feira, 31 de outubro, na semana anterior ao WTM London, o GEM é um evento de intenso networking onde conexões de negócios são estabelecidas e reforçadas. Os operadores da BRAZTOA se juntarão aos atacadistas e operadoras de turismo da ETOA para se encontrarem com fornecedores europeus durante um dia de reuniões de negócios pré-agendadas.

Martine Ainsworth-Wells, da ETOA, disse: “Com o mercado emissivo brasileiro avaliado em mais de $ 26,2 bilhões anuais, a Europa deve trabalhar duro para aumentar os 3,8 milhões de desembarques previstos do Brasil e a participação daqueles que ocupam o 10º lugar em gastos de viagem no mundo. A parceria abrirá oportunidades de negócio entre as operadoras de longa distância da América do Sul com destinos, meios de hospedagem e outros prestadores de serviços de turismo europeus.”

Marco Ferraz, Presidente da BRAZTOA, disse: “Estamos muito felizes e satisfeitos com o convite e a parceria ETOA/ETC. É a primeira vez que uma associação brasileira de turismo estabelece laços tão estreitos com uma entidade europeia similar. Temos certeza de que esse encontro será muito importante e produtivo para a melhoria dos negócios e para trocar informações sobre as peculiaridades dos turistas brasileiros.”

Eduardo Santander, Diretor-Executivo da ETC, disse: “A ETC está contente por ser o elo entre a ETOA e a BRAZTOA. Essa parceria é um importante marco para gerar negócios de longo prazo nos dois lados do oceano. Acreditamos bastante nesse tipo de iniciativa conjunta entre organizações de operadores de turismo, não só como estratégia para aumentar o volume de negócios e as receitas, mas também como forma de compartilhar as melhores práticas.”

Fonte: ETOA