10.03.2020

Anuário Braztoa 2020: faturamento das associadas BRAZTOA atingiu R$15,1 bilhões, em 2019

Resultado representa crescimento de 1,4% em relação a 2018

O Encontro Comercial Braztoa Rio 2020, evento que acontece na tarde desta terça feira (10) no centro de convenções sul América, foi palco do lançamento do Anuário Braztoa 2020, estudo com dados inéditos do setor das operadoras de turismo no país, e que mostra, em números, o impacto do contexto econômico nacional e internacional no segmento de viagens de lazer e no comportamento do turista.


Em 2019, as empresas associadas à BRAZTOA, que representam estimados 90% das viagens de lazer comercializadas pela cadeia produtiva do Brasil, foram responsáveis por um faturamento de R$ 15,1 bilhões, um crescimento de 1,4% em relação ao ano anterior, mantendo em 6,5 milhões o número de passageiros embarcados.


Os resultados mostram uma estabilidade em um ano de adversidades, já que 2019 foi marcado por variações cambiais com a desvalorização do real frente ao dólar. Ao mesmo tempo, há um aumento do ticket médio das viagens (16,9%), que representa uma forte tendência no setor: as operadoras estão sendo cada vez mais acionadas para o trabalho de consultoria de viagens, agregando valor aos roteiros turísticos e criando experiências personalizadas.


Do total de passageiros embarcados, mais de 4,8 milhões foram para destinos dentro do Brasil, 73,8% do total. A porcentagem de turistas para destinos internacionais foi de 26,2%, ou seja, mais de 1,7 milhões de brasileiros viajaram para fora do país em 2019. O turismo nacional representou um faturamento de 9 bilhões (59,7%). Já as viagens para o exterior atingiram a marca de R$ 6,1 bilhões de faturamento (40,3%).
No Brasil, o Nordeste manteve a liderança, recebendo 51,8% do total de passageiros embarcados. Já a região Sudeste ficou em segundo lugar, com percentual de 22,1%. A região Sul foi responsável por uma parcela de 19,2% dos embarques totais no país, enquanto as regiões Norte e Centro-Oeste apresentaram 6,9% do total brasileiro, mantida a base de comparação.


Nos embarques internacionais, o principal destino foi a América do Sul, correspondendo a 30,4% dos embarques. A Europa ficou em segundo lugar na preferência dos turistas, com 28,4%. América do Norte, por sua vez, representou 19,2% dos embarques, enquanto América Central-Caribe corresponde a 16,7% e o bloco Ásia-África-Oceania representa 5,3% e do total.


Os valores médios dos pacotes praticados em 2019 para os mercados doméstico e emissivo internacional foram, respectivamente, R$ 1.869 (aumento de 23% no ticket médio) e R$ 3.567 (alta de 1,3% no ticket médio).


Com relação à duração das viagens, os roteiros mais curtos (até 4 dias) foram escolhidos por 22% das pessoas. Os médios (5 a 9 dias) ganharam adesão de mais da metade das escolhas dos consumidores (53%), enquanto os roteiros mais longos (mais de 10 dias) tiveram 25% nas procuras.


Sobre o tipo de pacote vendido, os completos – aqueles que envolvem a parte terrestre e aérea representam com 35% das escolhas, enquanto as viagens que englobam apenas a parte terrestre, sem o aéreo, foram escolhidas por 37% das pessoas. Vale ressaltar que para a aquisição dessas viagens a opção de pagamento parcelado em mais de cinco vezes, atendeu a maior parte dos clientes (54%).


Quando falamos em turismo nacional, existe um dado muito importante que deve ser ressaltado: o impacto econômico dessas viagens para a economia interna. Os turistas embarcados dentro do Brasil consumiram produtos e serviços não inclusos nas viagens, como alimentação, transporte, passeios extras, bares, presentes e artesanato, dentre outros, ajudando na geração de trabalho e renda nos destinos. Ao somarmos o valor dos pacotes comercializados pelas operadoras, com o valor destes extras anteriormente citados, concluímos que os embarques domésticos da BRAZTOA geraram cerca de R$ 14,9 bilhões para a economia nacional.


Além de informações de mercado, o Anuário Braztoa 2020 conta com a publicação das ações de Sustentabilidade realizadas pela BRAZTOA, que incluem as iniciativas vencedoras do Prêmio Braztoa de Sustentabilidade 2019/2020. A versão completa do Anuário para download está disponível no site da BRAZTOA: www.braztoa.com.br


Sobre a BRAZTOA


A BRAZTOA (Associação Brasileira das Operadoras de Turismo) reúne operadoras de turismo, colaboradoras e empresas de representação de produtos e destinos, além de convidados, responsáveis por estimados 90% das viagens organizadas de lazer, comercializados pela cadeia produtiva no Brasil.


Em 2019, as operadoras associadas à Braztoa faturaram R$ 15,1 bilhões e embarcaram 6,5 milhões de passageiros durante todo o ano. Essas mesmas empresas geraram um impacto econômico de R$ 14,9 bilhões para a economia nacional, neste mesmo período (quantia que contempla a soma do valor das viagens comercializadas para destinos nacionais, com o gasto médio diário com extras do turista nos destinos).


Entidade de vanguarda e sem fins lucrativos, a BRAZTOA promove ações e parcerias que valorizam as atividades empresariais dos associados, apoiando o desenvolvimento do mercado turístico de forma sustentável.


Informações à imprensa Agência Guanabara
Diego Sierra – diego@agenciaguanabara.com.br
Tais Santos – tais@agenciaguanabara.com.br

  1. 3062-6399